Tratamentos Urologia

Prevenção – Saúde do Homem

Saúde do Homem (check up HPB psa toque disfunção erétil bexiga metabólica)

Em cada idade do homem a avaliação urológica periódica pode ser útil para identificação e tratamento precoce das doenças que podem estar presentes. É de suma importância a obtenção da historia pessoal, antecedentes familiares, hábitos, fatores ocupacionais antes da realização do exame físico específico do homem em cada uma das suas faixas etárias. Em crianças e adolescentes este acompanhamento é útil para avaliar se o desenvolvimento genital (pênis e testículos) está adequado para a idade, orientar quanto à época e forma de tratamento da fimose. Em indivíduos jovens, busca-se descartar a presença de várias doenças como hérnias, doenças sexualmente transmissíveis, doenças dos testículos, vícios como tabagismo, etilismo ou drogas ilícitas.

Em adultos, geralmente 1x ao ano após os 40 anos, o urologista deve estar atento aos  hábitos de vida saudáveis para saúde do homem, como alimentação, exercício físico e peso, bem como aos sinais e sintomas relacionados ao padrão do funcionamento intestinal, do sistema urinário e sexual. Nestes indivíduos a investigação deve ser mais minuciosa e específica para a avaliação prostática, pois a incidência de Hiperplasia Benigna da Próstata é mais frequente a medida que avança a idade e deve ser acessada periodicamente quanto aos sinais e sintomas, exame físico de toque retal para avaliar a sua consistência e exames subsidiários como de sangue (psa), urina e ultrassonografia. O tumor sólido mais frequente em homens adultos é o tumor da próstata e deve ser investigado quando houver suspeita pelo PSA ou toque retal, pois quanto mais precoce o diagnóstico, maiores serão as chances de cura.

Qualquer sinal ou sintoma anormal na função urinária ou sexual deve ser minuciosamente investigado pelo urologista. Uma infecção urinária precisa ser bem avaliada pois pode ter uma origem prostática, assim como um sangramento na urina pode corresponder à presença de uma doença na bexiga. As alterações da função sexual podem apontar para a presença de um acometimento vascular de todo o corpo, inclusive do coração e indivíduos com disfunção erétil podem apresentar os mesmos fatores de risco que o infarto, sendo portanto importante recomendar uma avaliação cardiológica concomitante.

Infecção Urinária

Infecção urinária, as infecções do trato urinário (ITU) representam uma das causas mais frequentes de procura ao setor de emergência e acometem principalmente mulheres devido às suas características das vias urinarias. As ITUs podem ser recorrentes e acometer a bexiga, quadro conhecido como cistite, com sintomas importantes de desconforto para urinar, dor, sangramento na urina e/ou aumento da frequência urinaria. Nestes casos é necessário procurar brevemente um urologista para avaliação, realizar exame de urina e uso de medicação como antibióticos por via oral, além de analgésicos para alívio dos sintomas e erradicação do germe causador da infecção. No entanto quando houver sintomas de dor lombar, febre ou calafrios pode significar infecção no rim, quadro conhecido como pielonefrite, o que pode ser necessária a realização de exames de sangue, urina e até mesmo de internação para medicação endovenosa.

É importante consultar o urologista para tratamento das infecções urinarias de repetição pois existem tratamentos e considerações individuais preventivas a serem feitas de acordo com os fatores de risco de cada pessoa como ingesta hídrica, atividade sexual, presença de cálculos urinários associados, idade, peso, presença de outras doenças, menopausa, prisão de ventre e corrimento. Além dos fatores ambientais e comportamentais na prevenção das doenças existem medicamentos que podem auxiliar na redução da incidência dos quadros infecciosos.

Fimose e DST

A fimose é a incapacidade de exposição da glande por um fechamento parcial ou completo da pele que recobre a cabeça do pênis. Quando criança este descolamento pode ocorrer de forma progressiva e natural, porém quando isso não ocorre até os 3 anos de idade é necessário procurar um urologista para tratamento. Em alguns casos pode ser utilizado pomadas para auxílio no descolamento, porém certas pessoas podem necessitar de um procedimento cirúrgico relativamente simples para tratamento da fimose.

As DST, Doenças Sexualmente Transmissíveis acometem principalmente as pessoas com maior número de parceiros e que não fazem uso dos métodos de proteção como o preservativo. Elas podem não apresentar nenhum sintoma e serem detectadas apenas em exames de sangue, mas também podem provocar o aparecimento de feridas, dores, secreções, verrugas ou vermelhidão na região genital. Existe uma grande incidência de aquisição ao mesmo tempo de mais de uma infecção após uma relação desprotegida. É importante procurar um urologista o mais precocemente possível para avaliação quando houver algum ato de risco para dst como ruptura do preservativo ou sintomas na região genital, pois esta atitude permite um tratamento mais precoce e pode interromper uma transmissão de doenças para outras pessoas.

Pedra nos Rins e Laser

A incidência de pedra nos rins pode acometer até 20% da população, responsável por causar uma das 5 piores tipos de dor já sentidas. A formação de cálculos nos rins ocorre em indivíduos com história familiar, que tem uma dieta rica em sal e baixa ingesta de líquidos. O tipo de cálculo mais comum é o de oxalato de cálcio, podendo ser visualizado nos exames de radiografia, ultrassonografia ou tomografia. A infecção urinária pode estar associada e geralmente se faz necessária a realização conjunta de exame de urina para uma avaliação mais completa.

O tratamento depende do tamanho e localização do cálculo. Atualmente os procedimentos para tratamento de pedras no rim são, na maioria das vezes, minimamente invasivos como o uso de aparelhos modernos através do canal urinário (sem cortes na pele) e o laser é um instrumento muito utilizado na fragmentação das pedras. Para prevenção da formação de cálculos, recomenda-se uma dieta pobre em sódio e carnes, ingesta abundante de líquidos e frutas cítricas e a realização de exercícios físicos para controle do pelo corporal. Indivíduos formadores recorrentes de cálculo deverão manter acompanhamento urológico periódico 1-2 vezes ao ano.

Vasectomia e Reversão de Vasectomia

vasectomia urocruz

O QUE É VASECTOMIA?

A vasectomia é um procedimento seguro, rápido e um método efetivo para contracepção.

Os espermatozoides são continuamente produzidos nos testículos (túbulos seminíferos), mesmo depois da vasectomia. Após a produção, chegam até o epidídimo onde são temporariamente armazenados. Do epidídimo passam pelos ductos deferentes e são liberados pelo pênis no momento da ejaculação.

Através da vasectomia, o fluxo é obstruído. O cirurgião corta e amarra os ductos deferentes. Vale a pena ressaltar que não existe comprometimento da função dos testículos, epidídimos e do pênis, ou seja, a ereção e o desejo sexual não são afetados e a espermatogênese (produção de espermatozoides) continua mesmo após o procedimento.

  

REVERSÃO DE VASECTOMIA

Pacientes que já se submeteram a vasectomia no passado e agora desejam engravidar possuem a opção de se submeterem a uma cirurgia de reversão, afim de voltar a possuir espermatozóides no ejaculado para obter gravidez de modo natural

 

COMO É REALIZADA A REVERSÃO?

A reversão é um procedimento cirúrgico que restaura o fluxo de espermatozoides, através dos ductos deferentes, e é realizado pela mesma incisão da vasectomia com auxílio de um microscópio (aumento em torno de 40x), por um profissional (urologista) habilitado a fazer microcirurgia. O paciente poderá ter alta no mesmo dia, com posterior repouso de 7 dias.

A vasovasostomia é a operação mais frequente, permitindo a reanastomose (ligação) dos ductos através de suturas com fios mais finos que os fios de cabelo. É a cirurgia de escolha. No entanto, se ocorrer uma obstrução secundária no epidídimo o fluxo não se restabelece e a vasoepididimostomia deve ser realizada para ultrapassar esta barreira. É realizada pela conexão do deferente diretamente no epidídimo

 

TAXAS DE SUCESSO:

Quanto menor o intervalo entre a vasectomia e a sua reversão, melhores serão os seus resultados para conseguir a gravidez desejada.
E QUANDO A REVERSÃO DE VASECTOMIA NÃO DÁ CERTO?

A grande maioria dos homens vasectomizados pode reverter este quadro. É claro que existem casos nos quais ocorreram complicações (obstruções secundárias, processos inflamatórios importantes etc.), tornando o procedimento de reversão mais complicado. Nos casos de insucesso da cirurgia, pode-se proceder a Fertilização in vitro, com a obtenção do espermatozóide através da punção do epidídimo (PESA) ou do testículo (TESA)

Infertilidade

Existem muitos fatores que podem afetar a saúde reprodutiva do homem.Tais como: alterações genéticas, ma-formações congênitas, exposição a produtos químicos e radiação, infecções e doenças testiculares, alterações hormonais entre outros. Hoje em dia existem muitas opções de tratamento que  podem ser realizados no objetivo de se obter a gravidez

O homem que possui infertilidade e alteração no espermograma deve ser submetido a uma investigação minusciosa com anamnese e exames afim de se obter um diagnóstico preciso e, baseado nisso, propõe –se um tratamento específico.

Para alguns casos existem tratamentos clínicos com vitaminas e medicações afim de melhorar a quantidade e qualidade do espermograma e obter gravidez natural

Para casos de azospermia, procede-se um método cirurgico de coleta dos espermatozoides diretamente dos testículos para realização de Fertilização in vitro. Essa captação é feita em centro cirúrgico, sob anestesia local ou sedação. Pode  ser realizada por punção do epidídimo (PESA)  ou por biopsia do testículo (TESE ou Micro TESE).

Impotência Sexual

Impotencia sexual Urocruz

A impotência sexual, também conhecida como disfunção erétil, é a incapacidade e dificuldade em ter ou em manter uma ereção do pênis que permita ter uma relação sexual. A impotência sexual afeta na sua maioria homens entre os 50 e os 80 anos, e além de prejudicar a saúde sexual e íntima do homem, pode também trazer outros problemas psicológicos como a depressão, contribuindo por isso para uma diminuição da qualidade de vida.

Pode ocorrer também em pacientes jovens, já que as possíveis causa são muitas.
A ereção ocorre por um estimulo involuntário do cérebro que chega ao pênis através de nervos específicos que promovem o aumento da circulação sanguínea no pênis e o represamento desse sangue nos corpos cavernosos do pênis. Portanto, as causas de impotência podem estar relacionadas ao estímulo cerebral (causas psicológicas como estresse, cansaço, ansiedade), doenças que acometem os nervos e doenças que acometem a circulação sanguínea no pênis.

Além disso, a diminuição do hormônio masculino que acontece naturalmente com a idade pode reduzir o desejo sexual e afetar o estimulo cerebral que promove a ereção.
Felizmente, hoje em dia existem diversas opções de tratamento. Remédios que melhoram a circulação no pênis, reposição hormonal, terapia psicológica e em casos mais graves o implante de prótese peniana é uma boa opção.

Ejaculação Precoce

Ejaculação Precoce Urocruz

Não há uma definição muito objetiva do que é ejaculação precoce. Não existe um tempo limite. Em geral, define-se como uma incapacidade de controlar a ejaculação de modo que a relação seja satisfatória para o casal.

A ejaculação precoce é considerada um problema quando afeta mais de 50% das relações sexuais de adultos.

Hoje em dia se considera a ejaculação precoce um distúrbio psicológico e não uma doença orgânica propriamente dita. Não existe nenhum tipo de problema no sistema reprodutivo masculino. Pênis, testículos, próstata e vesículas seminais estão em perfeita ordem.

Normalmente está associada a  algum distúrbio psicológico como ansiedade, estresse, tensão ou fadiga crônica

A ejaculação precoce pode também surgir após um episódio isolado de impotência sexual, provocando um quadro de ansiedade nas próximas relações. Cobranças da mulher em relação ao desempenho sexual masculino ou simplesmente o fato da nova parceira demorar mais tempo do que a anterior para atingir o orgasmo também podem ser a causa.

Como se pode ver, são todos problemas de fundo psicológico. O fato é que um episódio isolado de ejaculação precoce pode causar um estresse e uma frustração tão grande que este passa a ser o próprio fator desencadeante.

O problema tende a melhorar com o passar do tempo e com o ganho de confiança em relação a sua função sexual e intimidade com a parceira

De qualquer maneira, existem diversas formas de tratamento, que envolvem terapia psicológica, técnicas a serem utilizadas no momento da relação sexual que podem retardar a ejaculação e até medicações especificas.